Como é que se viveu o novo confinamento no sector da beleza profissional?

Formações, renovações de espaços ou tempo para repor energias e investir em si próprios, este confinamento foi certamente diferente para muitos profissionais… Em tempo de regresso e com a confiança renovada, a Tom Sobre Tom foi saber o que mudou neste confinamento para os profissionais e o que fizeram de diferente para preparar a tão esperada reabertura.

Feliciano Ferreira – Feliciano Ferreira Cabeleireiros

Neste confinamento Feliciano Ferreira meteu (literalmente) mãos à obra, aproveitando o tempo de pausa de forma muito produtiva!  Renovou o seu espaço, criou conteúdos formativos e ainda deu início a um novo projecto: Conversas semanais em formato live no seu Instagram, onde a criatividade não teve limite!

Neste regresso as suas clientes podem contar com muitas novidades, boa energia e que a proeza e experiência muito positiva do primeiro regresso, com muita segurança, se repita “com a leveza de quem já sabe o que faz e o faz bem”, esclarece.

Isabel Leite – Isabel Leite Cabeleireiros

Neste confinamento Isabel Leite encontrou na formação, não só um importante investimento como profissional, mas também uma forma de transformar a “frustração” em algo positivo e transmitir boas energias às equipas, enquanto formadora.

Ferramentas que a fizeram sentir mais preparada para o regresso. Com mais propostas e alternativas para apresentar aos seus clientes, assim como muitas novidades, preparadas durante o confinamento e que até agora estiveram guardadas num cofre, mas… “que muito em breve serão reveladas e vêm revolucionar o tratamento dos nossos cabelos”, garante.

“O atendimento personalizado já era algo muito valorizado no meu espaço, e com as novas regras só saiu reforçado”.

Isabel deseja um bom regresso a todos os colegas de profissão: “Somos pessoas, trabalhamos com pessoas e para ver pessoas felizes, só assim faz sentido!”

 

Berto Viana – Berto Viana Estúdio

Para Berto Viana este novo confinamento não o apanhou desprevenido. A necessidade de se reinventar já o ocupava há algum tempo e por isso viu no confinamento a oportunidade de finalizar e lançar o seu novo projecto: uma marca própria! Esta foi também uma forma que encontrou para assegurar os postos de trabalho e manter a equipa activa.

Este tempo de pausa foi também importante para preparar o regresso e algumas novidades para a reabertura do Berto Viana Estúdio!

Susana Bravo – Metrostudio

“Zangada” com o novo confinamento depois de toda a exigência que impôs a si mesma e que a privou de estar com amigos e familiares, Susana Bravo, fez desta pausa um tempo para se reencontrar e pôr em ordem a sua “vida pessoal” para no regresso dar continuidade aos seus objectivos, “fazer aquilo que mais gosto e atender clientes com segurança.”

Metrostudio

Mas tem presente o desafio que a espera quando partilha que “só vamos conseguir estar no nosso melhor e voltar a inovar no dia em que todos tirarmos esta máscara. Faz-nos falta ver os rostos dos clientes.”

Manuela Mesquita – Manuela Mesquita Cabeleireiros

Manuela Mesquita viu este confinamento como uma oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional. Reciclou conhecimentos e aperfeiçoou skills e a sua técnica com formações profissionais. Em simultâneo aproveitou para investir em si como pessoa, apostando em áreas como o desenvolvimento pessoal, a inteligência emocional e a comunicação – hoje em dia determinantes para o negócio.

Manuela confessa ainda que no primeiro confinamento não estavam preparados financeiramente “porque estávamos sempre a investir no próprio negócio”. Este período já foi diferente e “mais tranquilo porque criámos uma estratégia para se viesse uma situação idêntica estarmos mais confortáveis!”. Neste regresso o atendimento do Manuela Mesquita Cabeleireiros vai ser feito “de forma diferenciada pondo em prática toda a nossa aprendizagem adquirida durante a pandemia”, refere.

Rui Soares – Inês Pereira Maia Cabeleireiros

No Inês Pereira Maia Cabeleireiros, este confinamento foi vivido de forma mais positiva que o anterior. Com mais experiência e mais bem informados conseguiram antecipar algumas situações, aproveitando este tempo para investir nas skills e conhecimentos, tanto da equipa, incentivando à “frequência de formações online e webinars”, como na “promoção do espaço e dos seus serviços com a criação de vídeos inspiradores”, como nos conta Rui Soares, gerente do Inês Pereira Maia Cabeleireiros.

Nesse sentido investiram muito nas redes sociais, com diagnósticos online, venda de produtos necessários aos clientes, conselhos de cuidados a ter em casa, para continuarem próximos dos seus clientes e ajudá-los também nesta fase.

No Inês Pereira Maia Cabeleireiros o regresso espera-se feliz e com muitas novidades! A equipa esteve sempre muito atenta aos novos lançamentos internacionais de tendências e de novos produtos, formações das marcas profissionais parceiras, para agora surpreender os clientes.

Entusiasmado, Rui Soares garante-nos que, embora algumas ainda em segredo, se esperam muitas novidades em todas as áreas: maquilhagem, cabelos, estética e nos serviços de barbearia!

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Artigos Relacionados